Cuidar da Pele com Acne

Pele Com Acne – Saiba como Cuidar

cuidar-da-pele-com-acne

 

Para muitas pessoas é simplesmente desesperador chegar à frente do espelho e deparar com uma espinha. Na tentativa de livrar-se começam as buscas por soluções milagrosas que a façam desaparecer o mais breve possível. Cuidado! Isso pode ser perigoso.

Depois que a espinha surge é desaconselhável o uso de produtos sem o conhecimento da fórmula; pois, nem sempre a sua composição é totalmente conhecida por leigos então, para não correr riscos de aumentar o problema e em consequência, ganhar uma mancha horrível no rosto, eu vou compartilhar alguns cuidados para cuidar da pele com acne.

Limpeza e Assepsia

cuidados-da-pele-com-acne

 

O cuidado de limpar a pele é essencial à todas as pessoas, com ou sem acne. A pele limpa, respira melhor e estará menos sujeita aos efeitos nocivos da poluição.

Bem, mas em se tratando da pele com acne, este cuidado deverá ser ampliado. Procure lavar o rosto diariamente. Pela manhã, para retirar a oleosidade produzida durante à noite e manter os poros desobstruídos e posteriormente, receber uma hidratação, maquiagem ou cremes. À noite, para retirar todo e qualquer resíduos de maquiagem ou poluição para também permitir a desobstrução dos poros, facilitando a respiração da pele durante o sono.

Evite também manipular cravos ou espinhas, além de machucar a pele, poderá infectar com bactérias, promovendo assim o surgimento de infecções que podem resultar em cicatrizes.

Esfoliações e Mascaras

limpeza-da-pele-mascara

 

Para uma limpeza mais profunda, torna-se necessário a retirada das células mortas sobre a camada mais superficial da pele, este processo, além da limpeza, promove a desobstrução dos poros, facilitando a respiração; mas, como consequência do lixamento da pele, podemos compara assim; será necessário que a pele seja reidratada, de forma a suavizar a sua textura.

Para a pele com acne, durante o processo inflamatório, este procedimento deve ser evitado protegendo-a de novas irritações. É aconselhável repetir a esfoliação em um espaçamento mínimo de 15 dias, vai depender muito da situação da pele.

As Mascaras são necessárias para nutrição da pele; devolver elasticidade e a aparência saudável. Este processo pode ser feito até duas vezes por semana.

Cuidados com a alimentação

 

Uma boa alimentação é imprescindível para manter a saúde no nosso corpo então, pensando em ter uma pele saudável, vale a pena investir em uma alimentação balanceada.

Alimentos ricos em ômega 3, desenvolve um papel importante no cuidado com a pele, porque contribui como anti-inflamatório e auxilia na recuperação celular, então se torna necessário apostar em alimentos como o salmão ou sardinha.

A vitamina “A” presente em alimentos de cor alaranjada como a cenoura e o mamão, tem como benefício proteger a camada superficial da pele durante a exposição aos raios solares, além de possuir ação anti-inflamatória, que em se tratando de pele com acne vai auxiliar na recuperação ou até evitar o início do processo.

Os alimentos ricos em vitaminas “C e “E” têm excelente atuação no nosso corpo, pois através do seu poder antioxidante, reduz as toxinas que se formam nos processos digestivos, auxiliando na eliminação dos radicais livres e contribuindo nas defesas do organismo. Desfrute de alimentos como o limão, laranja e acerola, para a obtenção de vitamina “C” e sementes como a linhaça; chia e as castanhas em geral, para a vitamina “E”. Vale a pena inserir o chá verde e usufruir dos seus benefícios.

Consulte o seu dermatologista

acne-cure-dermatologista

É necessário a avaliação de um profissional para identificar qual o grau da sua acne e assim recomendar que tipo de medicamento e a combinação de ações para um tratamento mais eficaz.

Nunca faça automedicação. Alguns remédios possuem efeitos colaterais e podem causar desconforto ou irritações. Evite resultados desastrosos.

Seu rosto é o seu cartão de visitas.

O que é Acne – Quais os Cuidados Necessários?

cravos e espinhas

Esse Problema tem Solução?

cravos e espinhas

Está sofrendo com a acne. Saiba, este é um dos problemas de pele que mais afeta a população jovem, estima-se que cerca de 90% das pessoas sejam afetadas por ela em alguma etapa da sua vida, porém são os adolescentes entre 15 e 20 anos o grupo onde a doença é mais incidente. Conheça neste artigo o que é acne, suas classificações e como cuidar.

Alguns casos são simples e podem ser tratados da mesma forma, com creme para espinhas, outros de maior gravidade podem ter até indicação cirúrgica para amenizar os danos. De toda sorte ambos podem ser tratados com eficácia, acabando com problema.

Quais os tipos de acne

Existem cinco classificações para a acne e precisamos identificar cada uma delas para que seja empregado o tratamento correto em cada caso.

Acne de Grau I

acne-grau

Este estágio se distingue por apresentar obstrução dos poros com secreção resultante das atividades das glândulas sebáceas. Esta massa serve de alimento para bactérias, o conjunto (sebo e bactérias) vão dar origens aos cravos que são chamados de “Comedão”. Inicialmente assumem uma cor esbranquiçada que posteriormente, em contato com o ar, sofre oxidação e ficam escuros, como pontos pretos.

Acne de Grau II

Este estágio é exatamente igual ao estagio I, com o acréscimo de processos inflamatórios, presença de pústula; mas, a incidência se mantém nas camadas superficiais da pele.

Acne de Grau III

Neste caso, existem as mesmas características dos estágios anteriores, porém o processo começa a atingir camadas um pouco mais internas, apresentando a formação de pequenos nódulos inflamados que costumam ser doloridos.

Acne de Grau IV

acne-costas

A acne de grau IV é uma forma mais agressiva, atingem na maioria dos casos os pacientes do sexo masculino, é também conhecida como conglobata, apresentam nódulos inflamados que resultam em cicatrizes e em algumas pessoas podendo surgir os queloides. Apresentam-se normalmente no rosto, peito e costas

Acne de Grau V

Este é um estágio grave, porém pouco comum, também conhecido como Acne Fulminans, apresenta grande inflamação, ocorrência de febre súbita, leucocitose e poliartralgia (dores nas articulações). Neste caso as cicatrizes são em grande número e interligadas formando uma rede.

A classificação do tipo ou grau da acne é de grande importância. A decisão de como será o tratamento, vai depender muito desta compreensão.

De posse da avaliação correta, caberá ao médico decidir quais medicamentos serão usados e quais cuidados serão adotados.

Quais as causas da acne

espinhas

Normalmente a incidência da acne está associada ao início da puberdade com a ocorrência de alterações hormonais, que também são comuns à fase gestacional ou ao uso de medicamentos. Sim isso é verdade; e este é o mais comum dos casos. Porém, na atualidade, pessoas das faixas etárias entre 28 e 35 anos tem ocupado os grupos com casos de acne associados às questões emocionais, e vem proporcionado e tornando muito comum a procura de tratamentos alternativos junto à psicólogos e terapeutas.

A acne também tem associações genéticas, neste caso, cuidados devem ser adotados antes das aparições, podendo assim, amenizar os danos e potencializar os resultados.

Cuidados para uma pele sem acne

Após a avaliação do tipo da acne, pode-se definir quais os tratamentos deverão ser utilizados, porém para quaisquer dos casos alguns cuidados adotados vão contribuir para o não agravamento do quadro.

Limpeza e assepsia

Cuidados com a limpeza é essencial principalmente para tratar a acne de classificação em graus I e II.

A limpeza não elimina a acne, ela ajuda a manter a pele sem oleosidade excessiva, fato que contribui para obstrução dos poros e torna-los um campo perfeito para a proliferação das bactérias.

Deve-se lavar com água e sabão duas vezes por dia. Preferencialmente pela manhã, para eliminar toda a oleosidade produzida durante à noite; e antes de dormir, também para eliminar a oleosidade, bem como todo o resíduo de poeira e outras sujeiras da exposição diária.

Produtos para limpeza

Existem no mercado indicação de vários produtos para este fim, no entanto é preciso verificar a adequação ao tipo de acne também. Alguns produtos podem provocar irritação e ressecamento, portanto a presença de “lauriléter sulfato de sódio”, substância desengordurante presente na composição de muitos produtos de higiene, como shampoos e sabonetes. devem ser evitados, mas nos casos da acne de grau III, IV e V procure orientação médica para escolha do produto. Para uma limpeza segura, pode ser adotado o uso de produtos naturais, eles não contem produtos químicos abrasivos em sua composição e são bastante eficazes.

Esfoliação

 

Os processos de esfoliação são bastante aconselhados, eles ajudam a eliminar alguns resíduos e a presença de células mortas sobre a camada superficial da pele; no entanto, também são necessários cuidados na escolha do produto em conformação ao tipo da acne. Os casos mais sérios não devem ser expostos a uma abrasão severa, devido aos processos inflamatórios.

Uso de Maquiagem

 

O uso de cosmético deve ter uma certa cutela, visto que a sua presença pode ocasionar em obstrução dos poros; já sabemos aqui, que estes favorecem para o surgimento da acne. Se for necessário usar, procure fazer uma limpeza adequada após o uso e certifique-se de sua total remoção.

Aconselha-se cuidados também para o uso de hidratantes e produtos capilares, no momento da escolha verifique se não são comendogênicos (favorecem ao aparecimento de cravos e espinhas). Produtos à base de água são mais adequados.

Não esqueça, se após o uso de qualquer produto, surjam sintomas incômodos, procure seu médico.